UM PATRIMÔNIO HISTORICO AMEAÇADO

Na comunidade das Três Cruzes, existe um verdadeiro patrimônio histórico. A capela Santa Cruz das Três Cruzes foi erguida pela primeira vez no início do século 19. Na época nem mesmo a rodovia Fernão Dias existia.

A capela foi reerguida algumas vezes pela comunidadade até chegar ao local que hoje está. Além das cerimônias religiosas, abriga também um centro comunitário onde ações em benefício da comunidade acontecem sempre com ajuda de voluntários todos moradores da região.

Com a possível obra do trecho norte do rodoanel, esse patrimônio histórico também irá desaparecer.

A HISTÓRIA DA CAPELA SANTA CRUZ NAS TRÊS CRUZES

Por volta de 1889, a região da altura do km 81 da Rodovia Fernão Dias era praticamente despovoada. Onde hoje existe a estrada era o caminho de acesso para os bandeirantes que desbravavam a mata desse Brasil.

As trilhas desses  bandeirantes tornaram-se estradas e também local onde os tropeiros paravam para descansar. Conta-se que em uma dessas paradas por conta de uma briga, três pessoas morreram. Em homenagem aos mortos, uma capela foi construída e ganhou o nome de “Trez Cruzes”. O ano era aproximadamente 1910.

Com a chegada dos imigrantes, principalmente dos portugueses, nasce a “Comunidade das Trez Cruzes”. Os sacerdotes tinham muita dificuldade de chegar ao local  , por isso os  Capelões, tomaram conta do serviço religioso no local. A Rodovia Fernão Dias começa a ser construída,e  o projeto coincidiu com o local onde havia a Capelinha. Na década de 50, a comunidade decidiu construir então uma nova Capela.

E em 1954 foi inaugurada oficialmente a Capela Santa Cruz da Comunidade Três Cruzes, na Estrada das Três Cruzes numero 172, bairro das Três Cruzes em São Paulo. O evento contou com a participação das fadistas portuguesa Amália Rodrigues e da Irene Coelho, natural de Rio Claro interior de São Paulo, conhecida como a “Princesinha da Canção Portuguesa”.

A Comunidade Três Cruzes sempre manteve a sua tradição festiva. Diversas procissões e festas  populares religiosas aconteceram no local.

Nos anos 80 as famílias que administravam a paróquia começaram a se desentender. A Capela ficou de lado. Até o sino foi roubado, mas as missas continuaram a acontecer uma vez por mês. E mesmo com dificuldade a Sra. Maria da Conceição Dias, promovia a conservação da capela. Por conta disso, alguns moradores se mobilizaram conseguiram formar uma comissão junto com outros padres que tinham um projeto de melhoria para o local.

Em 2001 foi realizado um grande almoço no Clube Vilas de Portugal para arrecadar fundos para a reforma da Capela. Com o dinheiro arrecadado nesse almoço e com as doações da comunidade, as obras para reforma começaram  em  fevereiro de 2002. Em 60 dias a Capela estava pronta novamente. No dia 31 de Março daquele ano o padre Lourenço Lemay realizou uma missa que marcou a reabertura da Capela.

Desde então, as missas são realizadas todas as quintas feiras e sábados, e atualmente são celebradas pelo Padre Fabiano.

A Capela das Três Cruzes, é importante para os fiéis da região. A paróquia é uma extensão do convívio familiar, onde se encontram os amigos e vizinhos para comungar a fé e a paz espiritual.

O Rodoanel trecho norte, NÃO PODE PASSAR POR CIMA  da história, tradição e fé dessa comunidade!

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: